MICROFONE: Susan Boyle

O Everton Manoel da equipe ABBA, aproveitou o espaço “Microfone” para relembrar um fenômeno de popularidade instantânea, por causa da música, Susan quebrou preconceitos e mostrou do que é capaz. Confira o parecer do Everton. Continuem participando galera!

Téssia Mendes – Equipe internet

Susan Boyle

Susan Boyle fez uma aparição que jamais será esquecida em um concurso de talentos britânico.

Começou como uma febre na internet. Parecia mais um daqueles vídeos feitos para divertir e que logo são esquecidos. Mas ninguém se esqueceu. Susan Boyle virou um fenômeno mundial. Foi vista por mais de cem milhões de pessoas. A história da escocesa ultrapassou a barreira da rede, se transformou em uma obsessão. Ela é a mulher mais falada no mundo. Todos adoram Susan e querem vê-la no topo do show biz.

Ela surgiu como um personagem de conto de fadas, um patinho feio, destituída de qualidades, interiorana. Aos 47 anos, solteira, desempregada, fora de todos os padrões de beleza, solitária. Quer crime mais grave? Nunca foi beijada.

Susan, que ousadia, iria participar de um dos programas de calouro mais populares da TV britânica – “Britain’s Got Talent”. Entrou no palco tímida, desajeitada, com o rótulo garantido de fracasso.

Interpretando “I dreamed a dream”, do musical “Os miseráveis”, extraiu de nós todos os sentimentos: culpa, vergonha, vingança, esperança. A dona do vozeirão demoliu com altivez todos os preconceitos e deu uma lição ao mundo.

Confira o vídeo clicando aqui.

Abraços,

Everton Manoel – Equipe ABBA

Fontes:
http://www.diariodamusica.wordpress.com
http://www.globo.com.br
Anúncios

7 Responses to MICROFONE: Susan Boyle

  1. Ticiane Elisa Mafra disse:

    muitoo bom! a susan boyle é demaaaaais :)

  2. Eduardo disse:

    Fui fui que gatinha hehe

  3. Rafael Althoff disse:

    Eu amo ela *-*

    Assisto, pelo menos, uma vez ao dia o vídeo dela xD

    Que voz =O

  4. Douglas disse:

    ela é um monstro! =D

  5. Camila disse:

    Nossa realmente comovente a história desta mulher, como diz o vídeo não devemos julgar o livro pela capa.

    bjos à todos

  6. Téssia disse:

    Susan esteve presente em jornais, revistas, centenas de vídeos no youtube, várias citações em blogs. A palavra relembrar não se refere a um passado tão distante. Peço desculpas por você ter entendido dessa forma. Afinal um fenômeno como Susan, inunda os meios de comunicação com sua presença e no momento que estava deixando de aparecer (70 vezes) por dia, chegou até nós do Rock in Rinha o texto e eu (Téssia) fiz a introdução, só por esse motivo usei a palavra relembrar (não esquecer) uma pessoa que nos ensinou, como o próprio vídeo acima diz, julgar o livro pela capa. Espero que esse equivoco morfológico não tenha afetado seu entusiasmo pelo evento. Afinal, a música deve unir as pessoas e não separa-las. Obrigada pela seu comentário. Desculpe mais uma vez.
    Abraço!

  7. Elaine disse:

    tá, detalhe que é impossível “relembrar” Susan Boyle ou dizer que ela “não foi esquecida” porque a mulher apareceu dia 11 de abril de 2009 no programa! não faz nem 1 mês! acho que era bom se informar antes de escrever…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: