MICROFONE: Chiquititas (2)

22/05/2009

Chiquititas

“Os momentos mais felizes deixam doces cicatrizes, são marquinhas da vida, não se apagam e nem se esquecem”

“Não há memórias onde não apareçam, nem lembranças em que elas não estejam”

Quem viveu sua infância e/ou adolescência nos anos 90 se lembra das menininhas órfãs que tinham “corações com buraquinhos”: as CHIQUITITAS!

Chiquititas era uma telenovela argentina criada por Cris Morena em 1995. Em 1997, o Brasil exibiu uma versão criada pela Telefe para o país, que se tornou um grande sucesso, durando por 5 temporadas.

E nesse sábado, dia 23 de maio, “fique bem atento para ver sair o sol, para se dar conta que o dia vai ser bom”, pois “chegou a hora de dar risada, chegou a hora das CHIQUITITAS!!!”

Queremos todos os amigos lá!

“Com um dia inteiro que nos dá a vida,

Valerá à pena escolher vivê-la,

e seria bárbaro compartilhá-la com você, você, você!

24 horas pra sorrir,

24 horas pra viver feliz”

E só pra lembrar: a presença de todos vocês para nos assistir é essencial, sem mentirinhas. Quem não for, deixará os amiguinhos com o coração com buraquinhos.

Então, siga os sinais, seja igual aos demais e mexe lá!

Viva a Rinhaaaa!!!

“Quanto que vai ficar, quantas travessuras para recordar.”

É! Teremos histórias para contar aos nossos netos!

Chiquititas 2

Priscila Franzoi Sgrott – Chiquititas

Anúncios

MICROFONE: Chiquititas

22/05/2009

“Se seu coração tem buraquinhos….” Você precisa ler esse post da equipe Chiquititas. Afinal. “juntas poderemos ajudar, nós vamos curá-lo com carinho e com muito amor…. ele vai sarar” (ai minha infância!)

Téssia Mendes – Equipe internet.

Quem nunca assistiu a pelo menos um capítulo da série infantil mais famosa do Brasil – Chiquititas – que atire a primeira pedra. Tá, tudo bem, fazem mais ou menos 12 anos que a meninada entrou no ar esbanjando simpatia e prendendo a criançada brasileira em frente a Tv por horas, mas é inesquecível. A amizade existente entre todos os integrantes da telenovela, as coreografias muito bem ensaiadas e as histórias muito bem boladas encantavam de uma forma tão educativa que passava a fazer parte do cotidiano de muitas crianças com a aprovação dos pais. Não havia censura. Não tinha outro assunto pra se comentar na escola no dia seguinte. Não havia algo que pudesse desviar a atenção dos pequenos de forma errada.

A versão brasileira de Chiquititas, denominada Chiquititas Brasil, é uma adaptação da original argentina, escrita pela também autora da original Cris Morena com a ajuda de autores brasileiros, produzida pelo SBT e pelo canal argentino Telefé, e foi uma das telenovelas mais longas da dramaturgia brasileira, tendo 5 temporadas e ficando no lugar da mexicana Maria do Bairro.

Que essa foi a telenovela juvenil mais famosa do mundo não há duvidas. E, como dito anteriormente, 12 anos depois as Chiquititas e os Chiquititos voltam e pra bem pertinho de vocês. Numa versão atualizada, universitária, mais bonita e descolada. Aguardem!

Equipes, fedidas, tomara que te de dor de barrrrrrriiiiiigaaaaaa!

Eduardo Beltramini – Chiquititas


MICROFONE: TOP 10 – Músicas para casamento

22/05/2009

Olha o Oda aí de novo gentee! Confira mais uma colaboração dele!

Téssia Mendes – Equipe internet

Vendo o post sobre o top 10 dos enterros e velórios, lembrei que já tinha visto uma lista parecida, mas, num momento, digamos, mais alegre. Então aqui vai um levantamento feito pela UK-Disco.co.uk, site especializado em “trilha sonora para festas de casamento”, revelou a lista das músicas mais tocadas na Inglaterra para se dançar em casamentos – com “I Don’t Wanna Miss a Thing” do AEROSMITH em primeiro lugar!

A pesquisa contou com a ajuda de mais de 1.300 DJs para identificar as 10 melhores músicas para casamentos, conforme segue abaixo:

01. “Don’t Wanna Miss A Thing” – AEROSMITH

02. “Everything I Do (I Do It For You)” – BRYAN ADAMS

03. “Amazed” – LONESTAR

04. “You’re Still The One” – SHANIA TWAIN

05. “From This Moment” – SHANIA TWAIN

06. “Have I Told You Lately” – VAN MORRISON

07. “You’re Beautiful” – JAMES BLUNT

08. “Truly Madly Deeply” – SAVAGE GARDEN

09. “Angels” – ROBBIE WILLIAMS

10. “I Will Always Love You” – WHITNEY HOUSTON

Se no velho continente é o Aerosmith que faz a festa, nos Estados Unidos o bolo só entra ao som dos australianos do AC/DC. Uma pesquisa realizada pela revista Mobile Beat revelou que “You Shook Me All Night Long”, clássico de 1980 do AC/DC, foi a canção mais tocada em festas de casamento nos Estados Unidos nos últimos doze meses.

Outras canções roqueiras da lista são “Pour Some Sugar On Me” do DEF LEPPARD e “Sweet Home Alabama” do LYNYRD SKYNYRD, que estão em 5º e 6º lugar, respectivamente.

Fontes:
VAI se casar? Dance ao som do Aerosmith!. Disponível em: <http://whiplash.net/materias/news_908/043170-aerosmith.html&gt;. Acesso em: 12 mai. 2009
CANÇÃO do AC/DC é a preferida em casamentos. Disponível em: <http://whiplash.net/materias/news_889/070575-acdc.html&gt;. Acesso em: 12 mai. 2009.

Odirley “Oda” Prada – The Jimi Hendrix Experience


MICROFONE: Toca Raul!

21/05/2009

Olha, eu fui em todos as edições do momento Rinha, ali na entrada do bloco R da FURB, e não teve uma única vez em que alguém não gritou – “Toca Raul”. A Fernanda, atendendo a pedidos, escreveu um pouco sobre ele. Confira a opinião dela.

Téssia Mendes – Equipe Internet

Raul Seixas – O Baiano Maluco Beleza – foi simplesmente um dos maiores poetas brasileiros, e além das suas letras chocantes, criativas, ousadas e malucas ele foi um dos pioneiros do Rock’n Roll no País.

Raul foi um cara curioso, culto. E todo essa cultura foi motivada por sua timidez e vontade de ser escritor, passava seus dias trancado em seu quarto lendo os livros da biblioteca de seu pai.

Sua paixão pelo Rock’n Roll iniciou após ouvir alguns discos de Elvis Presley, Chuck Berry, Little Richard etc.

Montou 3 grupos “Os Relâmpagos do Rock”, “The Panters”, e por último “Raulzito e os Panteras” com quem gravou seu primeiro LP em 1968.

Raul e Paulo Coelho criaram a ideia Sociedade Alternativa, comprou um terreno onde seria a cidade das estrelas, não existiria lei, daí surgiu à frase “Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei”, As autoridades não gostaram, Raul foi preso e torturado, depois exilado do Brasil, mas suas músicas continuaram fazendo sucesso. Raul voltou e continuou causando impacto a cada música.

Morreu aos 44 anos de parada cardíaca, causada por seu problema com alcoolismo.

Mas até os dias atuais Raul Seixas ainda tem comunidades de fãs espalhadas por todo o Brasil, fazem passeatas em sua homenagem e é lembrado a cada show quando alguém lá no fundo grita: Toca Raul???

Raul deixou uma frase que cabe a nós Publicitários:

“A desobediência é uma virtude necessária à CRIATIVIDADE.”

Fernanda Macaggi – Equipe ABBA.

Fonte: http://www.raulrockclub.com.br/

MICROFONE: Susan Boyle

05/05/2009

O Everton Manoel da equipe ABBA, aproveitou o espaço “Microfone” para relembrar um fenômeno de popularidade instantânea, por causa da música, Susan quebrou preconceitos e mostrou do que é capaz. Confira o parecer do Everton. Continuem participando galera!

Téssia Mendes – Equipe internet

Susan Boyle

Susan Boyle fez uma aparição que jamais será esquecida em um concurso de talentos britânico.

Começou como uma febre na internet. Parecia mais um daqueles vídeos feitos para divertir e que logo são esquecidos. Mas ninguém se esqueceu. Susan Boyle virou um fenômeno mundial. Foi vista por mais de cem milhões de pessoas. A história da escocesa ultrapassou a barreira da rede, se transformou em uma obsessão. Ela é a mulher mais falada no mundo. Todos adoram Susan e querem vê-la no topo do show biz.

Ela surgiu como um personagem de conto de fadas, um patinho feio, destituída de qualidades, interiorana. Aos 47 anos, solteira, desempregada, fora de todos os padrões de beleza, solitária. Quer crime mais grave? Nunca foi beijada.

Susan, que ousadia, iria participar de um dos programas de calouro mais populares da TV britânica – “Britain’s Got Talent”. Entrou no palco tímida, desajeitada, com o rótulo garantido de fracasso.

Interpretando “I dreamed a dream”, do musical “Os miseráveis”, extraiu de nós todos os sentimentos: culpa, vergonha, vingança, esperança. A dona do vozeirão demoliu com altivez todos os preconceitos e deu uma lição ao mundo.

Confira o vídeo clicando aqui.

Abraços,

Everton Manoel – Equipe ABBA

Fontes:
http://www.diariodamusica.wordpress.com
http://www.globo.com.br

MICROFONE: O Trio do Texas

05/05/2009

O sexto texto que recebemos para postar no “Microfone” promete. É assinado por Alexandre Santos, o rei da dança do basquete (peçam para ele dançar no dia da gincana), nosso querido Will! Leia o que ele tem a dizer e não deixe de mandar a sua contribuição também!

Téssia Mendes – Equipe internet

ZZ Top

O trio ZZ Top, formado por Billy Gibons (guitarra e vocal), Dusty Hill (baixo e vocal) e Frank Beard (bateria) se juntou em 1969 no Texas e, desde então, nunca alterou sua formação. São 40 anos lançando discos que criam legiões de fãs pelo mundo. Ao todo são 20 lançados, 15 inéditos e 5 coletâneas.

Mas nada foi sempre fácil. No início, sendo uma típica banda “boogie” do Texas eles não eram ídolos no mundo inteiro. O primeiro Hit veio no disco Rio Grande Mud de 1972 com a música “Francine”. O próximo trabalho seria o primeiro com a mescla do Blues, Country e Rock que até hoje faz sucesso, o album Tres Hombres da a eles um disco de platina e um passaporte para o estrelato.

Em 79, além de surgir as grandes barbas que, junto com Hot Rods e mulheres, são um dos ícones da banda, lançam o disco Deguello que é considerado um dos melhores.

Mas foi só em 83, com Eliminator é que a banda chega ao topo das paradas. A música “Gimme all your lovin’” vira uma febre, “Legs” e “Sharp Dressed Man” também frequentavam os rádios do mundo. “Eliminator” vendeu 11 milhões de cópias só nos EUA, um dos mais vendidos do Rock.

Dali pra frente o trio lançou mais 7 discos e as 5 coletâneas, um Dvd com todos os clipes e um ao vivo lançado em 2008.

40 anos do bom e velho rock n’ roll com “that little ol’band from texas”

Assista o vídeo do maior sucesso do trio e veja por sí mesmo tudo isso que leu.

Texto por Alexandre Santos – Equipe Village People

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/ZZ_Top
http://territorio.terra.com.br/canais/rockonline/az/biografia.asp?artistaID=325
http://www.zztop.com/index.php

MICROFONE: Menudos

04/05/2009

Iluminando nosso dia, Shayna Luz escreve sobre a banda que vai representar nessa edição da Rinha, a Rock in Rinha. Fique sabendo um pouco mais dos meninos do Menudos.

Téssia Mendes – Equipe Internet.

Menudos

“Canta! Dança! Eeee eeeeoooo”, já está fácil, mas o óbvio seria: “Não se reprima, não se reprima(…)”.

Ricky Meléndez, Carlos Meléndez, Oscar Meléndez, Fernando Sallaberry, Neftaly Sallaberry , René Farrait, Xavier Serbia, Johnny Lozada, Charlie Massó, Ray Reyes, Roy Rosello, Robby Draco Rossa e Ricky Martin. Todos ex-integrantes de um grupo musical que começou a se formar em 1977 e que se tornou febre entre adolescentes (garotas).

Com suas calças coladas, passinhos arredondados e reboladas é que os Menudos deixaram fanáticas milhares de jovens. Primeiro na Venezuela, depois sua fama conquistou México, Argentina, Colômbia, Chile, Uruguai e Brasil. Os Menudos foram um fenômeno, tanto que na época de Robby Rossa, Charlie Mossó, Roy Rosselo, Ray Reyes e Ricky Martin, faixas, camisetas, bottons, e pôster tinham um volume de vendas tão exorbitante, que apenas com isso o grupo se manteria. Essa época foi o auge dos Menudos, porém seu sucesso começou a diminuir quando começaram as substituições. Por volta dos 16/17 anos, todo Menudo tinha que sair do grupo, e quando esse saia levava consigo muitos das fãs do conjunto, que deixavam de acompanhar o movimento. No final da década de 90 o grupo era tão diferente, mas tão diferente que nem parecia ser a mesma coisa.

Pode até ser uma surpresa, mas a boy banda porto-riquenha de 1977 ainda está com suas reboladas por ai, com os atuais integrantes Carlos, Chris, Jose, Monti e Emmanuel. Os novos Menudos foram extraídos de um reality show, Making Menudo, produzido em 2007 e exibido pela MTV em 2008.

Shayna Luz – Equipe: Menudos

Fontes:
menudobrasil.sites.uol.com.br/biografia.htm
http://blogs.abril.com.br/atitudepop/2009/02/momento-vinil-menudo.html